quarta-feira, 30 de novembro de 2011

FNC PILSEN SONIC



















Descrição comercial

A Pilsen Sonic é uma cerveja loira do tipo Dry, Possui um aroma sutil e corpo equilibrado que a transformam em uma cerveja balanceada, muito refrescante e fácil de beber.

Diagnóstico

Essa Pale Lager uruguaia tem espuma média, borbulhante e branca, de reduzida longevidade. Moderada formação de colarinho. Corpo borbulhante, ralo e amarelo. Aroma: pão branco, leve lúpulo e mel. Sabor inicial: moderado dulçor e leve amargor. Sabor final: leves dulçor e amargor; média duração. Paladar: corpo médio-leve, textura aguada, forte carbonatação e final metálico. Lembra uma Bohemian Pilsener, mas falta amargor de lúpulo, apresentando, entretanto, o dulçor de mel característico daquele estilo. Cerveja saborosa, sem falhas, mas também sem nada que a distinga muito das Premium disponíveis no mercado brasileiro. Garrafa de 330ml adquirida por R$ 4 por uma colega minha da faculdade em uma viagem ao Uruguai. Copos recomendados: Dimpled Mug, English Pint, Lager Glass e Stein.

Nota: 6 skol ou 2.9/5.0

Leia mais em
http://www.ratebeer.com/beer/fnc-pilsen-sonic/153371/65483/

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

KAISERDOM PILSENER



















Diagnóstico

Essa Pilsener alemã tem espuma média, aerada e branca, de reduzida longevidade. Moderada formação de colarinho. Corpo claro, borbulhante, ralo e amarelo-escuro. Aroma: pão branco, leve lúpulo e mel. Sabor inicial: leves dulçor e amargor. Sabor final: leve dulçor e moderado amargor; média duração. Paladar: corpo médio, textura aguada, forte carbonatação e final metálico. Fora o toque metalizado no aroma, uma cerveja balanceada, sem defeitos. Garrafa de 330ml adquirida em Salto del Guairá, no Paraguai, por cerca de R$ 4. Copos recomendados: Flute e Footed Pilsener.

Nota: 8 skol ou 3.0/5.0

Leia mais em
http://www.ratebeer.com/beer/kaiserdom-pilsener/15349/65483/

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

KAISERDOM GERMAN DARK LAGER



















Diagnóstico

Essa Schwarzbier alemã tem espuma média, aerada e esbranquiçada, de reduzida longevidade. Moderada formação de colarinho. Corpo opaco, denso e preto. Aroma: moderado malte com presença de nozes, caramelo, café suave. Sabor inicial: moderado dulçor e leve amargor. Sabor final: leve dulçor e moderado amargor; longa duração. Paladar: corpo médio-leve, textura aguada, forte carbonatação e final metálico. Paladar: corpo médio-leve, textura aguada, forte carbonatação e final metálico. Falta chocolate no aroma, o qual aparece no paladar. Cerveja balanceada, sem falhas. Saborosa e refrescante: alta drinkability. Copos recomendados: Dimpled Mug, Lager Glass e Stein. Garrafa de 500ml adquirida em um shopping center de Salto del Guairá, no Paraguai, por cerca de R$ 7,20 (U$4).

Nota: 18 skol ou 2.9/5.0

Leia mais em
http://www.ratebeer.com/beer/kaiserdom-german-dark-lager/121047/65483/

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

BIERLAND IMPERIAL STOUT



Descrição comercial

No século XVIII a Corte Imperial da Rússia em viagem a Londres experimentou as Stouts produzidas localmente. Gostaram e pediram que barris daquela cerveja fossem enviados em quantidade suficiente para satisfazer a corte. Porém, com a longa viagem pelo mar Báltico, a cerveja não chegava em condições de ser consumida. Para resolver o problema os cervejeiros desenvolveram uma stout robusta e alcoólica o suficiente para suportar a viagem, preservando a cerveja e impedindo que ela se congelasse, esse tipo de stout foi batizada de Russian Imperial Stout, ou simplesmente Imperial Stout. Para satisfazer os paladares mais exigentes, a Bierland Imperial Stout é uma cerveja rica, complexa e com sabor acentuado. Tem como característica sabores do malte escuro que pode variar de chocolate até notas de torrefação. Ela tem um perfil levemente frutado, incluindo frutas escuras, como uva passa e ameixa. O álcool, quase despercebido, traz breve aquecimento ao paladar. A harmonização passa por carnes vermelhas, carnes de aves e acompanha bem sobremesas a base de chocolate.

Diagnóstico

Essa Imperial Stout catarinense tem espuma média, rochosa, aerada e marrom-clara, de reduzida longevidade. Corpo opaco, denso e preto-amarronzado. Aroma: pesado malte assado e com presença de nozes, forte café. Sabor inicial: moderado dulçor e leve amargor. Sabor final: moderados dulçor e amargor; longa duração. Paladar: corpo médio-leve, textura aguada, forte carbonatação e final gredoso. Dulçor maltado, achocolatado, amargor com toques de café, mas leve, escalando no final do gole. Acima da média do estilo, redondinha, sem defeitos. Disfarça bem o álcool, sem aquecimento alcoólico, boa drinkability. Garrafa de 500ml adquirida por cerca de R$ 14 através do site nonobier.com.br. Copo recomendado: Snifter.

Nota: 55 skol ou 3.4/5.0

Leia mais em
http://www.ratebeer.com/beer/bierland-imperial-stout/150103/65483/

terça-feira, 22 de novembro de 2011

OPA BIER OLD ALE























Descrição comercial

A edição especial Opa Bier Old Ale vem comemorar os 5 anos de aniversário da cervejaria JoinvilleOpa Bier De estilo inglês, possui aroma envolvente e paladar marcante, deliciosamente lupulado. Ideal para acompanhar aves, assados e sobremesas cremosas.

Diagnóstico

Essa Old Ale catarinense tem espuma média, cremosa, aerada e branca, de reduzida longevidade. Boa formação de colarinho. Corpo claro, de média densidade e cor âmbar-escura. Aroma: malte moderado, caramelo, lúpulo moderado, flores e madeira. Sabor inicial: moderado dulçor e leve amargor. Sabor final: leves dulçor e amargor; média duração. Paladar: corpo médio, textura aguada, média carbonatação e final metálico. Dulçor estranhíssimo, com toques de malzbier. Me parece fugir totalmente do estilo, cujo parâmetro, para mim, é a Greene King Strong Suffolk, Toques de madeira no paladar, retrata muito pouco da complexidade do estilo, a receita parece não ter sido levada ao pé da letra. Copos recomendados: English Pint e Snifter.Garrafa de 500ml adquirida por R$ 14,95 através do site nonobier.com.br.

Nota: 15 skol ou 2.5/5.0

Leia mais em

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

KASTEELBIER CUVÉE DU CHATEAU




















Descrição comercial



De acordo com a cervejaria, essa cerveja foi feita para imitar o sabor da Kasteelbier Donker envelhecida. A cervejaria refuta o rumor de que essa é uma simples versão de 10 anos da Donker.

Diagnóstico

Essa Belgian Strong Ale tem espuma média, aerada e esbranquiçada, de longevidade bem reduzida. Boa formação de colarinho. Corpo opaco, denso e marrom-avermelhado. Aroma: malte moderado, caramelo e lúpulo moderado. Sabores inicial e final: leve dulçor e moderado amargor. Paladar: corpo médio-cheio, textura seca, forte carbonatação e final metálico. Ligeira presença de café no paladar, permeada por toques de madeira e frutas vermelhas. Amargor pungente, gredoso, típico do estilo, não lembra lúpulo, falta dulçor. Pouco balanceada e meio restrita mais pro final, sem muitas nuances, não é aquela cerveja que satisfaz o paladar. Esconde muito bem os 11%, sem aquecimento alcoólico, mas baixa drinkability. Ligeiro amadeirado. Sua bela garrafa e nome pomposo me fez esperar mais do que realmente apresentou. Copos recomendados: Trappist Glass, Tulip e Tumbler. Garrafa de 750ml adquirida por R$ 42,50 através do site nonobier.com.br.

Nota: 70 skol ou 3.2/5.0

Leia mais em
http://www.ratebeer.com/beer/kasteelbier-cuvee-du-chateau/114930/65483/

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

ST FEUILLIEN BRUNE




















Descrição comercial
Essa Ale tem cor rubi-amarronzada com espuma generosa e duradoura. Tem um aroma destacado que reflete a ampla gama de ingredientes usados em sua produção. A frutagem resultante de sua fermentação se mistura harmoniosamente com sabor dominante de alcaçuz e caramelo. O corpo é decididamente maltado. O amargor é resultado de uma complexa alquimia entre lúpulos finos e maltes especiais, que conferem à St Feuillien Brune uma típica aparência de chocolate meio-amargo.
Diagnóstico
Essa Abbey Dubbel belga tem espuma rochosa, gaseificada e marrom-clara, de persistente longevidade. Excelente formação de colarinho. Corpo borbulhante, opaco, denso e marrom-amberizado. Aroma: pesado malte assado, chocolate ao leite, café suave, leve presença de laranja, manteiga e álcool. Sabores inicial e final: moderados dulçor e amargor; longa duração. Paladar: corpo médio-leve, textura aguada, forte carbonatação e final metálico e moderadamente alcoólico. A presença metalizada no aroma surge como falha. Forte aquecimento alcoólico, digno de um conhaque. Não faz questão de esconder o teor, mas saborosa, maltada. Seu forte amargor pungente ajuda no balanço. Apesar de não figurar entre meus estilos favoritos, é um belo espécime do mesmo, não exagerando em nenhum quesito. Baixa drinkability. Copo recomendado: Trappist Glass. Garrafa de 330ml adquirida por R$ 18,60 através do site nonobier.com.br.
Nota: 60skol ou 3.5/5.0
Leia mais em
http://www.ratebeer.com/beer/st-feuillien-brune/2405/65483/

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

ST FEUILLIEN TRIPLE




















Descrição comercial

Essa cerveja tem espuma branca, suave e muito compacta. Sua cor âmbar-pálida é miuto característica, revelando uma maltagem destacada. Possui rico aroma com uma combinação única de lúpulos aromáticos, condimentos e o típico buquê de fermentação -muito frutada. A fermentação secundária na garrafa lhe confere um aroma único devido a presença de levedura. A St Feuillien Triple tem um sabor bem forte e excepcionalmente duradouro graças a sua densidade e ao longo período de armazenamento.

Diagnóstico

Essa Abbey Tripel belga tem espuma média, rochosa, aerada e branca, de reduzida longevidade. Boa formação de colarinho. Corpo translúcido, de média densidade e amarelo-escuro. Aroma: caramelo, leve lúpulo, flores, laranja e álcool. Sabor inicial e final: leve dulçor e moderado amargor; longa duração. Paladar: corpo médio-leve, textura aguada, forte carbonatação e final metálico. Deliciosos dulçor e amargor remetendo a laranja. Tripel balanceada, honesta, esconde o teor alcóolico com maestria. Cerveja muito caprichada, deliciosa. Copos recomendados: Trappist Glass e Tulip. Garrafa de 330ml adquirida por cerca de R$ 20.

Nota: 150skol ou 3.6/5.0

Leia mais em
http://www.ratebeer.com/beer/st-feuillien-triple/2406/65483/

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

MANEBLUSSER




















Descrição comercial

A inspiração para essa cerveja se originou na noite de 27 de janeiro de 1687. A lua projetou seu brilho avermelhado na torre de São Rumbold, que estava envolta por uma densa neblina. “Fogo, fogo, a torre está pegando fogo!” gritava um bêbado. O alarme foi dado e as pessoas se apressaram em ajudar a apagar o suposto incêndio. Antes da torre ser alcançada, a lua se moveu vagarosamente através da neblina. Daquele momento em diante, os Mechelenianos são chamados de Maneblussers ou “Moon extinguishers” (apagadores da lua, em tradução livre). Para comemorar o ato heróico deles, nós envasamos uma heróica cerveja chamada The Maneblusser. Uma cerveja loira com teor alcoólico de 6%. Envasada de acordo com o tradicional método de alta fermentação com refermentação na garrafa. Para os heróicos Mechelenianos, mas não só pra eles, é claro.

Diagnóstico

Essa Belgian Ale belga tem espuma imensa, cremosa, borbulhante e branca, de reduzida longevidade. Excelente formação de colarinho. Corpo opaco, denso e amarelo-alaranjado. Aroma: goma de mascar, pêssego, cássis, coentro. Sabores inicial e final: leves dulçor e amargor; média duração. Paladar: corpo médio-leve, textura seca, forte carbonatação e final metálico. Cerveja refrescante, saborosa, condimentada, lembrando noz-moscada: uma grata surpresa. O sabor traz ainda a presença de goma de mascar, sendo esta sua única semelhança com o estilo German Hefeweizen. Alta drinkability, com sabores suaves, mas ainda assim agradáveis. Carbonatação e amargor lembram água tônica em alguns momentos, não fosse a lembrança de casca de laranja no paladar, poderia se enquadrar no estilo witbier (entre um exemplar de alta qualidade do estilo). Copos recomendados: Trappist Glass, Tulip e Tumbler. Garrafa de 330ml adquirida por cerca de R$ 14 através do site nonobier.com.br.

Nota: 145 skol ou 3.6/5.0

Leia mais em
http://www.ratebeer.com/beer/maneblusser/106225/65483/

terça-feira, 15 de novembro de 2011

BALTIKA 8 PSHENICHNOE (WHEAT)




















Descrição comercial




Ale de trigo não-filtrada. Contém levedura especial que dá turbidez e cria um rico sabor. Os ingredientes são água, malte de trigo, malte pilsner e malte caramelo e lúpulos. Produzida desde 2001. 12°




Diagnóstico



Essa German Hefeweizen russa tem espuma média, cremosa e branca, de reduzida longevidade. Boa formação de colarinho. Corpo denso, turvo e amarelo-escuro. Aroma: banana, goma de mascar e leve presença de levedura. Sabor inicial: leves dulçor e amargor. Sabor final: leve amargor; média duração. Paladar: corpo médio, textura aguada, forte carbonatação e final metálico. abor banana permeado levemente por cravo. Bem refrescante, alta drinkability, ligeiramente melhor que a média. Garrafa de 500ml adquirida por R$ 15,95 através do site nonobier.com.br. Copo recomendado: Weizen.



Nota: 25skol ou 3.1/5.0



Leia mais em


sexta-feira, 11 de novembro de 2011

ARSENALNOE TRADITSIONNOE

























Descrição comercial

Esse tipo pálido de cerveja é produzido usando uma receita tradicional e tem sabor maltado e bom amargor lupulado. Ingredientes: água, maltes claro e caramelo, xarope de maltose, lúpulos. 13°.

Diagnóstico

Essa Pale Lager russa tem espuma pequena, aerada e branca, de longevidade bem reduzida. Moderada formação de colarinho. Corpo claro, ralo e amarelo-escuro. Aroma: lúpulo moderado e mel. Sabor inicial: leves dulçor e amargor. Sabor final: leve amargor; média duração. Paladar: corpo médio-leve, textura aguada, forte carbonatação e final metálico. O dulçor de mel permeado por leve amargor de lupulo lembra uma Bohemian Pilsener, mas não chega a ser tão boa quanto. Cerveja refrescante, de alta drinkability. Garrafa de 500ml adquirida por cerca de R$ 10 através do site nonobier.com.br. Copos recomendados: Dimpled Mug, English Pint, Lager Glass e Shaker.

Nota: 8 skol ou 2.7/5.0

Leia mais em
http://www.ratebeer.com/beer/arsenalnoe-traditsionnoe-traditional-lager/16515/65483/

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

RODENBACH GRAND CRU

























Descrição comercial

Uma mistura de 1/3 de cerveja jovem e 2/3 de cerveja envelhecida 2 anos em grandes recipientes de carvalho. A proporção mais importante de cerveja maturada em carvalho contribui para seu sabor frutado, complexidade e intensidade. O final é digno de um grande vinho.

Diagnóstico

Essa Sour Ale/Wild Ale belga tem espuma média, cremosa, aerada e esbranquiçada, de reduzida longevidade. Moderada formação de colarinho. Corpo translúcido, denso e âmbar-amarronzado escuro. Aroma: malte leve, levedura leve, uva Itália, vinho branco e vinagre. Sabor inicial: moderados dulçor e acidez, leve amargor e presença acética. Sabor final: leves dulçor e amargor e moderada acidez; longa duração. Paladar: corpo médio, textura seca, média carbonatação e final moderatamente adstringente. O gosto lembra espumante branco, mais complexo, também com toques de gueuze, como a rodenbach tradicional, resenhada dias atrás nesse beerlog. Ligeiramente mais complexa, traz toques acéticos no background, lembrando vinagre e laranja de longe, bem como limão. Nos dois primeiros copos, ao contrário do esperado, apresentou ser menos complexa que a tradicional, sem o dulçor amadeirado e presença de frutas vermelhas no paladar. No terceiro copo, já mais na temperatura ambiente, surgiu a presença de frutas vermelhas, mas em menor intensidade, no final, nada mesmo de amadeirado e a presença acética tornou-se mais intensa. Garrafa de 750ml adquirida por cerca de R$ 53 através do site nonobier.com.br. Copos recomendados: Snifter, Tulip e Tumbler.

Nota: 180 skol ou 3.8/5.0

Leia mais em
http://www.ratebeer.com/beer/rodenbach-grand-cru/1194/65483/

terça-feira, 8 de novembro de 2011

KASTEELBIER DONKER




















Descrição comercial

Uma strong Belgian brown ale. Após degustação extensiva, tentando preencher requisitos cada vez mais rigorosos, nosso mestre-cervejeiro obteve uma Belgian brown ale escura e cremosa. A qualidade do passado ainda não encontra precedentes e o amado sabor continua no presente. A Kasteelbier é uma cerveja artesanal escura, suave, encorpada e cremosa. Pode envelhecer por muitos e muitos anos, como indicado na garrafa. Teor alcoólico de 11%, servir a 12°C.

Diagnóstico

Essa Belgian Strong Ale belga tem espuma pequena, aerada e marrom-clara, de longevidade bem reduzida. Moderada formação de colarinho. Corpo opaco, denso e preto-amarronzado. Aroma: malte moderado, chocolate amargo, forte café, manteiga e açúcar mascavo. Sabor inicial: pesado dulçor e leve amargor. Sabor final: violento dulçor e leve amargor; longa duração. Paladar: corpo médio-cheio, textura aguada, média carbonatação e final levemente alcoólico. Dulçor desagradável de malzbier, ligeiro amargor pungente, ácido, deixa muito a desejar. Me decepcionou. Copos recomendados: Trappist Glass, Tulip e Tumbler. Garrafa de 330ml adquirida por cerca de R$ 11 através do site nonobier.com.br.

Nota: 4 skol ou 2.4/5.0

Leia mais em
http://www.ratebeer.com/beer/kasteelbier-donker/5205/65483/

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

ST. FEUILLIEN CUVÉE DE NOEL



Descrição comercial

Essa cerveja tem uma espuma generosa - compacta e firme. Sua cor levemente marrom é o resultado do uso de cevada assada. Tem cor rubi-escura e aroma muito intenso. As ervas aromáticas e condimentos usados melhoram sobremaneira seu delicioso aroma. Esa cerveja é bem encorpada, com uma suavidade resultante da sinergia de maltes carmaelizados, fermentação cuidadosamente controlada e longa armazenagem a frio. A St Feuillien Cuvée de Noël tem um amargor bem sutil é que o sabor dominante em essa harmoniosa Ale que oferece um perfeito balanço entre todos seus diferentes ingredientes.

Diagnóstico

Essa Belgian Strong Ale belga tem espuma média, aerada e branca, de longevidade reduzida. Boa formação de colarinho. Corpo translúcido, com grandes partículas, denso e âmbar-escuro. Aroma: lúpulo pesado, pera, vinho do Porto rubi, manteiga, açúcar mascavo e cássis. Sabores inicial e final: moderado dulçor e leve amargor; longa duração. Paladar: corpo médio, textura aguada, forte carbontação e final metálico. O aroma, complexo, com várias nuances, apresentou um defeito: presença metálica. Cerveja condimentada, com toques de noz-moscada, licorosa, deliciosa. Dulçor saboroso, com leves toques caramelados, permeados por frutados, balanceados por amargor na medida certa pra evitar que ficasse enjoativa. Recomendada para os que querem provar o sabor de uma autêntica belga de qualidade. O dulçor ainda traz a mente também a lembrança de casca de laranja. Garrafa de 750ml adquirida por cerca de R$ 43 através do site nonobier.com.br. Copos recomendados: Trappist Glass, Tulip e Tumbler.

Nota: 250 skol ou 3.8/5.0

Leia mais em
http://www.ratebeer.com/beer/st-feuillien-cuvee-de-noel/2407/65483/

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

BRAKSPEAR TRIPLE



















Descrição comercial

Ingredientes: maltes Maris Otter, Crystal e Black; lúpulo Northdown e Cascade no fim da fervura. "Uma cerveja concebida pelo mestre-cervejeiro Jeremy Moss, para celebrar o retorno da cervejaria Brakspear a Oxfordshire. Essa é uma cerveja triplamente fermentada e lupulada, embalada em garrafas individualmente numeradas. Com seu alto teor alcoólico e condicionamento na garrafa, é uma cerveja que vai continuar a desenvolver complexidade a medida que se matura na garrafa."

Diagnóstico

Essa English Strong Ale inglesa tem espuma volumosa, rochosa e esbranquiçada, de longevidade persistente. Excelente formação de colarinho. Corpo translúcido, ralo e âmbar-escuro. Aroma: malte pesado, lúpulo pesado, grama, vinho tinto seco, mel e madeira. SAbor inicial: moderados dulçor e amargor. Sabor final: moderado dulçor e pesado amargor; longa duração. Paladar: corpo médio, textura aguada, forte carbonatação e final metálico e levemente alcoólico. O aroma traz ainda a presença de lúpulos especiais, presença esta que também se observa em seu amargor amadeirado. Não esconde o sabor alcoólico, pelo contrário. Gosto lembra vinho tinto. Cerveja complexa, de baixa drinkability, mas muito saborosa, melhor que a média do estilo, que costuma apresentar sempre cervejas de alta qualidade. Garrafa de 500ml adquirida por cerca de R$ 23 através do site nonobier.com.br. Copo recomendado: English Pint.

Nota: 210 skol ou 3.5/5.0

Leia mais em
http://www.ratebeer.com/beer/brakspear-triple-72/46132/65483/

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

ST. IDESBALD TRIPLE



















Descrição comercial

Rica cor dourada, aroma frutado e maltagem suave e doce. Paladar refrescante com final remanescente de champagne brut champagne.

Diagnóstico

Essa Abbey Tripel tem espuma média, gaseificada e branca, de longevidade bem reduzida. Moderada formação de colarinho. Corpo claro, ralo e amarelo-escuro. Aroma: caramelo, café suave, lúpulo moderado, álcool e guaraná. Sabor inicial: leves dulçor, amargor e acidez. Sabor final: leve dulçor e moderado amargor; longa duração. Paladar: corpo médio, textura oleosa, média carbonatação e final metálico. O gosto lembra mais guaraná que o champagne brut prometido na descrição comercial. O violento aquecimento alcóolico, proveniente de um teor de 9%, confere a essa cerveja baixa drinkability. Garrafa de 330ml adquirida por cerca de R$ 11 através do site nonobier.com.br. Copos recomendados: Trappist Glass e Tulip.

Nota: 22 skol ou 2.8/5.0

Leia mais em
http://www.ratebeer.com/beer/st-idesbald-triple/6180/65483/

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

LA GAULOISE BLONDE

























Descrição comercial


Loira, brilhante e borbulhante com espuma agradável e cremosa. Deliciosamente perfumada graças a leves notas de lúpulos de boa qualidade. Sabor suave, delicada, perfeita como aperitivo.


Diagnóstico


Essa Belgian Ale belga tem espuma média, aerada e branca, de longevidade bem reduzida. Boa formação de colarinho. Corpo opaco, de pequenas partículas, denso e amarelo-escuro. Aroma: lúpulo pesado, grama e mel. Sabor inicial: leve amargor, moderado dulçor e bem leve acidez. Sabor final: leve dulçor e moderado amargor; longa duração. Paladar: corpo médio-leve, textura aguada, média carbonatação e final gredoso. Sabor bem frutado, lembrando mel e pêssegos em calda. Leve azedume surge como falha. Pouco a pouco seu amargor gredoso sobrepõe tanto o azedume como o dulçor e acaba melhorando seu overall. Garrafa de 330ml adquirida por cerca de R$ 11 através do site nonobier.com.br. Copos recomendados: Trappist Glass, Tulip, Tumbler.


Nota: 60skol ou 3.0/5.0


Leia mais em